Páginas

Sunday, November 21, 2010

Criando uma conta no Twitter

Tem sido difícil tirar um tempinho para blogar. Estes dias estou lendo um livro que o Israel me emprestou, e finalmente de alguma forma me convenci a criar uma conta no Twitter. Não para ficar perdendo meu tempo falando onde estou, ou que a pizza chegou atrasada, ou que isso ou aquilo. O interesse é apenas "educacional", já que a plataforma é de fato interessante.

É claro, entrar no jogo nesta altura do campeonato não é nada fácil... Opções como "rhcarvalho" ou "rodolfocarvalho" já foram tomadas meses ou anos atrás. E já que iria ficar com um nome de usuário pouco significativo, resolvi que este nome deveria ser curto.

Foi fácil perceber que todos os nomes com apenas 1 caracter já existiam. Com exceção do "i", mas mesmo assim não consegui criar um conta com o nome de usuário "i".

Ontem acabei desistindo de criar a tal conta. E hoje, sábado, escrevi um pequeno script em python para verificar todos os nomes possíveis com 2 ou 3 letras que ainda estivessem disponíveis.

Descobri que nada seria possível com 2 letras, e existiam 3112 opções com 3 letras. Destas, 1 era composta apenas por dígitos, e 5 eram compostas apenas por letras.
As contas compostas apenas por letras eram: ['xjv', 'txp', 'dzz', 'qfw', 'hqc']
Destas, nenhuma me interessa...

Mas o número... o número com 3 dígitos é a minha nova conta no Twitter! @201

201 é um número bacana!

Quanto ao script, usei meu conhecimento adquirido com web crawling multithread para viabilizar um "ataque de força bruta" a API do Twitter usada na verificação de disponibilidades de nomes.

Basicamente fiz um GET para cada permutação possível com letras, números e o "_" e verifiquei a resposta da requisição (em json).

Tudo usando as baterias inclusas do Python....

O código não está nem um pouco polido, mas pode ser útil como referência para outras aplicações.
Se tiver interessado em ver a última versão do código, entre em contato.

1 comment:

Israel Teixeira said...

Achei 201 excelente, meu caro! :)